Polícia diz que estudante de 17 anos fingiu ter sido estuprada


Não houve estupro no caso da adolescente de 17 anos que teria sido abusada sexualmente por dois homens em uma mata de Campina Grande. A informação foi divulgada pela delegada Alba Tânia, na tarde desta quarta-feira (15), que confirmou que a jovem inventou toda a história por sofrer de problemas psicológicos.

De acordo com a repórter Daniela Pimentel, da TV Correio, a delegada contou que a adolescente não estava acompanha de ninguém dentro de ônibus e que ela desceu do veículo sozinha, rasgando a roupa em seguida.

“A delegada contou que a adolescente inventou toda a história por sofrer de problemas psicológicos. A polícia obteve imagens que comprovam a farsa. Agora, a jovem vai ser responsabilizada por ato infracional”, contou Daniela.

Fonte: Portal Correio