Incêndio em terreno faz comércio fechar portas em Sousa


Um incêndio registrado no início da tarde desta segunda-feira (6), em Sousa, no Alto Sertão paraibano está causando vários transtornos para a população e fez até lojas fecharem as portas. As chamas surgiram em um terreno fechado, no Centro da cidade. A suspeita do Corpo de Bombeiros é de que o incêndio tenha começado de forma natural, por causa do calor e a baixa umidade do ar, já que no terreno havia vegetação muito seca.

O incêndio começou por volta das 13h (horário local) e até 15h40 o Corpo de Bombeiros continuava no local tentando apagar as chamas. Moradores da cidade também estão tentando ajudar o Corpo de Bombeiro, usando baldes com água.

“O clima favorece queimadas. Está muito seco. No terreno tem muito material seco, o que dificulta bastante o combate. A gente não sabe o que causou, mas suspeitamos que foi por causa do clima, nessa área com muito material seco”, disse o tenente Demésio de Lima.

Por causa do incêndio, uma grande “nuvem” de fumaça tomou conta da cidade. No centro, várias estabelecimentos, como lojas e academias fecharam as portas. Ainda no Centro e áreas próximas, a população tem usado máscaras e tecidos para proteger o rosto na hora de respirar.

Situação de alerta
Na tarde desta segunda-feira, os termômetros marcavam 37ºC na cidade de Sousa e a umidade relativa do ar estava em 23%. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), quando o nível de umidade está entre 21% e 30% é considerado um estado de atenção. Ainda segundo a OMS, o nível da umidade relativa do ar ideal para o ser humano é de 40% a 60%.

Cuidados
Para o estado de alerta a OMS recomenda cuidados com a saúde, como evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h; umidificar os ambientes através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, ou molhando jardins, sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas; e sempre lembrar de consumir água à vontade.

Radar Sertanejo