Quanto veio sua conta de luz? advogado sousense faz alerta ao consumidor. Vídeo!


A conta não está fechando. A Agência Nacional de Energia Elétrica diz que o dinheiro arrecadado com a bandeira tarifária, a taxa extra cobrada na conta de luz, não cobre mais o custo alto.

As bandeiras funcionam como um sinal de preço: quanto mais cara a geração de energia maior o valor da bandeira. E é justamente a taxa maior, a bandeira vermelha 2, que vai ficar mais cara já em novembro: passará de R$ 3,50 para R$ 5 a cada 100 quilowatts consumidos: um aumento de mais de 40%.

Atenção consumidor
A nossa reportagem procurou o advogado sousense Cláudio Diniz, e ele falou sobre o assunto e deu dicas de como o consumidor agir em caso de cobranças muito altas:

“É preciso verificar se a quantidade de quilowatts na fatura são os mesmo do medidor, caso não seja, o consumiu então deve fazer reclamação na empresa que fornece a energia. Além disso, verificar se o aparelho não apresenta problemas”, disse o advogado.

Cláudio Diniz, afirmou ainda que o consumidor pode procurar o PROCON municipal ou estadual para fazer sua reclamação, ou até mesmo procurar um advogado de sua confiança para buscar resolver o problema através do poder judiciário.

Diário do Sertão

Atenção Uiraúna & Região!

Agora você pode anunciar a sua emprese aqui no Panorama Sertão, entre em contato e fale conosco! alissonuirauna@gmail.com