Pacientes dividem enfermaria com homem morto há mais de 10 horas, em hospital no Sertão

Foto: Reprodução / Internet
O corpo de um homem passou quase 10 horas na enfermaria do Hospital Regional de Patos, no Sertão da Paraíba, dividindo espaço com outros pacientes que aguardavam atendimento. Era por volta das 8 horas da manhã desta quinta-feira (23), quando parentes das pessoas que dividiam o mesmo espaço que o defunto denunciaram a situação através das redes sociais.

Identificado como Antônio Leite de Souza, de 53 anos, o homem deu entrada na instituição médica com o quadro de dor abdominal, insuficiência cardíaca congestiva e hipertensão. Com a evolução do quadro, ele não resistiu e morreu.

A assessoria de imprensa da unidade emitiu uma nota explicando o que classificou como “falha da equipe”.


Leia o texto na íntegra:

“O paciente Antônio Leite de Souza, de 53 anos, da cidade de Imaculada, que foi a óbito na noite desta quarta-feira (22), as 23h45, deu entrada no Complexo Hospitalar Regional Dep. Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), no último dia 18, com um quadro de dor abdominal, insuficiência cardíaca congestiva e hipertensão. 

No período em que esteve internado na unidade, fez exames específicos e laboratoriais e recebeu a assistência e medicação que o quadro requeria, mas, infelizmente o quadro evoluiu para um choque cardiogênico, causador de sua morte. 

Logo após o ocorrido, o setor de Assistência Social do Hospital entrou em contato com parentes que, em função de morarem em outra cidade, até o início da manhã desta quinta-feira (23), não haviam chegado. 

A direção da unidade esclarece que pediu redobrada atenção para que fatos desta natureza não mais ocorram, ao mesmo tempo em que se solidariza com a família do Sr. Antônio pela perda e pede desculpas aos pacientes que vivenciaram essa situação inusitada”.

Fonte: Portal T5