'O presidente eleito não chamou governador nenhum para reunião', diz Ricardo Coutinho

Imagem: Reprodução
O governador Ricardo Coutinho (PSB) disse que Jair Bolsonaro (PSL) não convocou reunião com governadores e que a iniciativa foi de três governadores que, em seguida, convocaram os demais gestores eleitos e reeleitos. Ricardo explicou a ausência de João Azevêdo (PSB) na audiência e que, nesse encontro, o Nordeste será representado por um governador da região, o qual levará a Carta do Nordeste.

“O presidente eleito não chamou governador nenhum para reunião. Foram três governadores que chamaram os demais governadores e disseram que o (futuro) ministro da Economia e talvez o presidente eleito fossem estar presentes”, disse Ricardo Coutinho, que destacou a incerteza da presença de Bolsonaro, no encontro.

A região nordestina será representada pelo governador Wellington Dias, do Piauí. “O Nordeste estará representado por um governador que levará uma carta, que é a Carta do Nordeste.”

O atual governador da Paraíba explicou também sobre uma reunião entre os gestores dos estados nordestinos. “O Nordeste se reunirá na outra semana, no dia 21 ou 22, onde trataremos da política da região, onde estará presente o governador eleito João Azevêdo e os demais. Cuidaremos de criar um documento expondo os desafios do Nordeste e os desejos em relação ao Governo Federal, à União. Desejos de respeito na convivência, que é fundamental, desejos de respeito ao nosso direito de crescer como região.”

Ele falou que, caso então Bolsonaro queira conversar com os governadores do Nordeste, pode convidá-los. “Estaremos à disposição, aí sim, do presidente eleito e não de qualquer outro governador, para, caso o presidente eleito ache importante dialogar com toda a região, ele chame os governadores que eles irão com certeza.”

Fonte: Click PB