Pastora evangélica mãe de policial é morta na calçada de casa antes de momento de oração


Uma pastora evangélica foi morta na calçada de casa em uma tentativa de assalto no Conjunto Ceará, em Fortaleza. A vítima, Vera Maria Falcão de Andrade, de 52 anos, estava junto a outra pessoa, que estava armada e reagiu. Na troca de tiros, a mulher acabou atingida.

Os bandidos teriam se passado por motorista de aplicativo de transporte particular de passageiros. No entanto, eles haviam sequestrado o motorista que foi obrigado a continuar a corrida. Os dois suspeitos, um menor e um maior, foram apreendidos pela polícia. O crime, que ocorreu nesta quarta-feira (21), está sendo investigado pelo 12º Distrito Policial.

Segundo populares, os homens chegaram em um carro branco, anunciando o assalto e agiram com violência. A vítima estava sentada na calçada, na rua 924, com outra pessoa, que seria um agente de segurança e reagiu a abordagem. No momento, a pastora Vera Maria recebia em casa membros da igreja para uma reunião.

A vítima recebeu um tiro na altura da axila e foi imediatamente socorrida para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, no próprio bairro, mas não sobreviveu. Ela é mãe de um policial militar.

O BP Raio conseguiu localizar os suspeitos já no bairro Granja Portugal. Os suspeitos ainda tentaram se esconder em um Ecoponto, receptor de lixo reciclável, mas a polícia conseguiu capturá-los.

Confira a nota completa da Secretaria de Segurança Pública:

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que duas pessoas foram presas suspeitas do latrocínio que vitimou Vera Maria Falcão Barros (52). A captura ocorreu na madrugada desta quinta-feira (22), no bairro Conjunto Ceará, Área Integrada de Segurança (02), em Fortaleza. A dupla, um maior, identificado como Leandro Marcos Marinho (21), e um menor, de 17 anos de idade, foi detida após roubar um carro, sequestrar o motorista e cometer o latrocínio de Vera Maria. Após a ação criminosa, policiais militares do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) realizaram diligências e conseguiram capturar os envolvidos. Os dois foram conduzidos para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foram autuados – o maior por roubo majorado, latrocínio, tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, sequestro e cárcere privado; e o menor por atos infracionais análogos aos mesmos crimes. Leandro ainda foi autuado por corrupção de menor. Um revólver calibre 38 com cinco munições deflagradas foi apreendido com a dupla. A Polícia Civil, por meio do 12º Distrito Policial, continua as investigações com o intuito de prender outras duas pessoas que participaram das ações criminosas.

Latrocínio
A vítima, identificada como Vera Lúcia Falcão de Andrade (52), estava sentada na calçada de casa em uma reunião religiosa com membros de uma igreja. Durante a reunião, dois homens se aproximaram em um carro e anunciaram um assalto. Uma das pessoas que estava na reunião reagiu e houve troca de tiros. Um dos disparos atingiu a vítima. Vera foi socorrida por meios próprios ao hospital Nossa Senhora da Conceição no Conjunto Ceará, mas não resistiu.

Antes do latrocínio, os dois suspeitos da ação tinham roubado e sequestrado o motorista de um veículo que atuava com transporte de passageiros. Durante a fuga, a dupla trocou tiros com a composição militar. O maior, Leandro, foi atingido no pé.

Fonte: Tribuna do Ceará